Concurso da Marinha 2021 – Curso de Formação para Fuzileiro

Categorias: 2021 - Concursos 2021 - Concursos públicos - Marinha

Inscrições podem ser feitas até o dia 26 de março de 2021.

Um novo concurso público está oficialmente aberto, nesse início de primeiro semestre de 2021.



O período de cadastro de inscrições para o certame do órgão da Marinha iniciou no dia 22 deste mês de fevereiro. O objetivo está em fazer ingressar aspirantes no Curso de Formação para Soldados Fuzileiros Navais. Este processo de seleção está disponibilizando em torno de 960 postos efetivos.

Estão aptos a participar todos os cidadãos que sejam do sexo masculino, os quais precisam estar em idades entre 18 e 21 anos; possuir certificado de ensino médio completo. Respeitando a política de cotas, estão sendo reservadas 20% de vagas para os candidatos afrodescendentes.

O Curso de Formação para Soldados Fuzileiros Navais terá duração de 17 semanas, e deverá ser ministrado em dois municípios. A distribuição dos cargos segue o seguinte critério: são 720 postos para atuação no Centro de Instrução Almirante intitulado Milcíades Portela Alves, ou Ciampa, com lotação na cidade do Rio de Janeiro (Estado do Rio de Janeiro), e os demais 240 postos com lotação no Centro de Instrução e de Adestramento em Brasília, o Ciab, Capital Federal.



Sobre o procedimento para cadastro de inscrição, segue:

As pessoas interessadas em participar deste certame da Marinha, cujos perfis se enquadrem no que é exigido, terão até o dia 26 do mês de março para efetuar o cadastro. A taxa de inscrição está estipulada em 25 reais. O preenchimento da ficha cadastral poderá ser efetuado de duas maneiras: ou via internet, por meio de acesso ao site oficial da instituição: www.marinha.mil.br/cgcfn; ou dirigindo-se pessoalmente às sedes do órgão em diversos municípios, conforme segue a lista:

Atendimento presencial disponível nos distritos: Aracaju (SE); cidade de Belém (PA); em Brasília (DF); cidade de Florianópolis (SC); cidade de Fortaleza (CE); em Foz do Iguaçu (PR); cidade de João Pessoa (PB); cidade de Ladário (MS); cidade de Maceió (AL); cidade de Manaus (AM); em Marataízes (ES); cidade de Natal (RN); cidade de Paranaguá (PR); cidade de Parnaíba (PI); cidade de Porto Alegre (RS); cidade de Recife (PE); cidade de Rio de Janeiro (RJ); cidade de Rio Grande (RS); cidade de Rio Novo (MG); cidade de Salvador (BA); cidade de Santana (AP); cidade de Santarém (PA); cidade de São Luís (MA); cidade de São Paulo (SP); cidade de Uruguaiana (RS); e na cidade de Vitória (ES).

Itinerário das provas deste concurso:

Embora a data de aplicação das provas objetivas ainda não tenha sido divulgada, os cadernos para o teste de fuzileiro naval conterão cerca de 50 questões objetivas, versando sobre todo o conteúdo programático que será cobrado, abrangendo matéria de língua portuguesa e de matemática, dentro do tempo de três horas, no máximo. As demais etapas abrangerão o seguinte:

O processo de inspeção da saúde; os necessários testes de averiguação da aptidão física, incluindo a natação, a corrida, as flexões em barra e a abdominal; a análise sobre o psicológico de cada candidato aprovado, finalizando com a avaliação sobre os documentos exigidos.

Qual a situação dos cadetes depois da incorporação?

Todos os candidatos selecionados neste certame do órgão da Marinha deverão ser matriculados na modalidade de aprendizes no setor de fuzileiro naval, e nessa fase inicial terão direito a um salário no valor de 1.105 reais; além da alimentação, do uniforme e das necessárias assistências médica e odontológica; atendimento psicológico; atendimento social e também religioso. O período de treinamento será perpetrado na forma de regime internato, com dedicação exclusiva estendida até o momento da formatura.

Sumarizando o essencial:

Concurso da Marinha; 960 postos; taxa de inscrição em 25 reais; posto de Fuzileiro naval; setor: Forças Armadas; escolaridade cobrada: Ensino Médio.

Paulo Henrique dos Santos



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *